lunes, 30 de enero de 2012

"Guarde todos os sonhos e planos dentro de uma mala e a leve consigo, e deixe as coisas ruins marcadas no chão em forma de pegadas, para que possam ver que você pisou sobre os obstáculos e mesmo assim eles não te impediram de prosseguir em direção ao caminho escolhido (...) Mas o importante não são os caminhos escolhidos, tão pouco o tempo que você trilhou por ele... O importante são as pegadas que foram deixadas para trás, só elas mostram a sua capacidade de mudança, afinal a cada vez que você pisou sobre o chão, novas lições foram aprendidas, enquanto as que não servem mais foram deixadas pelo chão."
"Conceda-me, Senhor, a graça de ser boa, 
De ser o coração singelo que perdoa, 
A solícita mão que espalha, sem medidas, estrelas pela noite escura de outras vidas. 
E tira d'alma alheia o espinho que magoa. 
Amém" 
Benditos, mil vezes benditos aqueles caRRoSSéis 

Que ensinaram aos meninos de meu tempo 

A pura alegria de viajar

sábado, 28 de enero de 2012

"Germinamos naquilo que aceitamos:
Nem toda entrega é certa.
Nem todo NÃO é o fim.
É preciso enfrentar os desafios,
sem que a vida tape nossos olhos.
Foi valorizando minha capacidade,
que entendi a certeza de ser
minha própria e única evolução."

viernes, 27 de enero de 2012

jueves, 26 de enero de 2012

"Não carrego malas pesadas de mágoas, aprendi a reduzir a bagagem do coração. Sei que a perfeição anda a passos largos de mim, isso não me aborrece, deve ser chato acertar sempre. Tenho sonhos e projetos para o futuro, mas, por enquanto, meu caminho é a estrada do agora."
Conserva a esperança
em teus apetrechos de viagem.

(Chico Xavier)

domingo, 8 de enero de 2012

"Se você tem a coragem de deixar para trás tudo que lhe é familiar e confortável (pode ser qualquer coisa, desde a sua casa aos seus antigos ressentimentos)  e embarcar numa jornada em busca da verdade (para dentro ou para fora), e se você tem mesmo a vontade de considerar tudo que acontece nessa jornada como uma pista, e se você aceitar cada um que encontre como professor, e se estiver preparada, acima de tudo, para encarar (e perdoar) algumas realidades bem difíceis sobre você mesma... então a verdade, não lhe será negada."


(Elizabeth Gilbert em Comer, rezar, amar)