miércoles, 30 de junio de 2010


Quando estamos nos preparando para uma viagem, nos deparamos com uma atividade que nem sempre é muito agradável, que é trabalhosa e nos rouba certo tempo. Por mais que possa parecer simples (e na realidade é) se torna motivo para uma boa análise. A atividade obrigatória é: fazer a tal da mala! A bagagem! Separar aquilo que nos é necessário, básico e fundamental para "estar fora de casa". Meu Deus! Quanta dúvida! Ou não... Às vezes nos esquecemos de um item (tipo: calcinha!), que jamais deveríamos esquecer. Mas, acontece...
Viajar dá certo trabalho, mas sempre vale à pena! Tudo bem que na volta vai ter uma monte de roupa suja pra lavar, coisas espalhadas pelo chão, presentes que precisam ser entregues, um montão de fotos, lembranças e histórias!!! Ahhh, as histórias!!! Intermináveis e inesquecíveis! Servem como lições para toda a vida!
Sem contar a "saudade"! O melhor sentimento que se pode ter, se a relacionamos com uma viagem...
Então: que a nossa "mala de viagem" possa sempre ser compacta e completa! Devemos levar somente o necessário mesmo! Bobagem carregar muito peso, se ao final o que nos interessa mesmo é ser feliz, aproveitar tudo e poder trazer um monte de coisas novas! Não é verdade?
Se essa atividade tiver qualquer semelhança com a nossa "vida real" é mera coincidência!!!

(Patrícia Batista)
“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”


Amyr Klink

domingo, 27 de junio de 2010

sábado, 26 de junio de 2010

Chegar de viagem...


Bom, na verdade quando eu tive a idéia de fazer este blog, foi para poder registrar "A minha viagem à Madrid". Porém, agora depois de mais de 4 meses... Sinto-me chegando de viagem! E agora este tema "viagem" tem proporções muito mais profundas e subjetivas... Que bom! Obrigada meu Deus pela oportunidade! E agora: tenho muito mais idéias e inspiração para seguir por aqui... Espero que gostem, reflitam e que compartilhem comigo esse grande, desconhecido, enriquecedor e inspirador Universo das Viagens Humanas!¡Qué sean todos muy, muy Bienvenidos!

miércoles, 17 de febrero de 2010

¿Qué es un viaje?

Viajar es encontrarse a si mismo...
Es estar sólo en un mundo que no es tuyo...
Es querer estar y querer irse...