lunes, 10 de septiembre de 2012

"Às vezes sinto vontade de gritar: — Hey, vida. Eu não sou tão forte quanto pareço não, pega leve comigo aí. Mas sei que isso seria inútil. Então continuo aqui. Calada e, aparentemente inabalável."


No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada